Pages - Menu

sábado, 23 de julho de 2016

Escrito na Terra





Mas Jesus inclinou-se e começou a escrever no chão com o dedo.
João 8:6b

Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Paráfrase de Provérbios 3 - Reflexão 6#





Meu filho, 

Siga o que eu digo e tenha em grande conta aquilo que lhe mando; porque essas coisas são o que vão te dar uma vida longa e tranquila.

Tenha uma boa índole, mantendo-se cortês e prestativo no trato com os outros, seja fiel. E que isso seja notório às pessoas e pra você seja precioso em seguir. Faça assim porque pra você será vantajoso e para que você seja bem julgado diante de Deus e dos homens.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

O deus moderno



ATENÇÃO! Este não é um texto cristão. A ideia de religião abordada nesse texto é abrangente e não trata de religião como sendo um relacionamento entre o Deus Trino da bíblia. É uma analise das possíveis consequências de um mundo não religioso, cuja ideia e influência religiosa cristã ou de qualquer outra.

Os deuses nascem a partir da necessidade de explicar, de compreender o incompreensível, nascem da necessidade de saber. Existiu uma época em que a religião era quem explicava a existência. Foi uma era em que o mundo precisava saber como tudo funcionava e somente a ação sobrenatural era capaz de dar essa resposta. Uma época em que o nascer do sol, o cair da chuva o movimento das estrelas, o florescer da vida não podiam ser explicados a não ser como sendo fruto da ação de uma (ou umas) divindade(s). Esse tempo está passando. Não o tempo em os deuses vão deixar de existir, esses sempre estarão presente na humanidade seja na forma que for, mas o tempo em que as pessoas começam a explicar a existência através de outros meios que não pela ação de um deus, ou pelo menos não um deus convencional.

Bio Chip e a Marca da Besta. Apocalipse 13:16-18




Hoje recebi pela enésima vez uma mensagem avisando sobre planos da Presidente Dilma de implantar um tecnologia de identificação pessoal através de um bio chip. Claro que não é de agora que sabemos sobre a existência dessa tecnologia. Há muito ela já é usada por multimilionários para se prevenir de sequestros, multinacionais para identificar funcionários e liberar acessos, convênios médicos para monitorar pacientes. A diferença é que esse bio chip passaria a exercer o papel de identificação completa do indivíduo que substituiria todos dos outros meios de identificação e pagamento que existem, sendo portanto de uso obrigatório já que não utilizá-lo ocasionaria a impossibilidade de comprar alimentos, identificar-se perante as autoridades, se deslocar entre países ou mesmo dentro do próprio país.