Porquê não entro mais em discussões sobre religião



Você já deve ter se ofendido com algum comentário depreciativo sobre religião. A internet está cheia deles. Abro o facebook e tem lá um monte de insinuações veladas, críticas indiretas e diretas à religiosidade, sobre tudo a cristã. No início minha reação era instantânea. Abria a página de comentário e, cheio de argumentos bíblicos e particulares, expunha meu ponto de vista na tentativa de defender a fé que eu sigo e também fazer as pessoas entenderem o que o cristianismo representa para mim e para as pessoas que foram chamadas à seguir a Cristo. O que não servia de nada. Pior ainda, era brecha para, além dos que faziam as críticas também para aqueles
os que apoiam e, a tentativa de mudar a opinião das pessoas acabava gerando ainda mais preconceitos e ataques a fé.

Decidi não mais defender a fé cristã dessa forma. Não dá resultado e acaba gerando mais criticas e ataques. As pessoas não querem ouvir sobre a fé cristã.

As pessoas não querem ouvir sobre a fé cristã, por quê? Primeiro por que o cristianismo, ao contrário das religiões mais populares condena o hedonismo. Com os crentes não tem isso de prazer pelo prazer. O que não é um pensamento muito comum nos dias de hoje.

Segundo por culpa de muitos "crente" por aí. Pessoas que se dizem crentes, mas não tem a menor intenção de seguir aquilo que Jesus ensinou ou deixar de praticar o que bíblia condena. Não adianta usarmos o argumento de que de fato somos diferentes ao mesmo tempo em que essa galera está mundo afora envergonhando a Cristo e negando aquilo que a bíblia ensina. A verdade é que graças a esses, o cristianismo é motivo de chacota entre muitos não crentes.

Em terceiro lugar as pessoas não querem ouvir sobre a fé por que os formadores de opinião não são cristãos. Já reparou na quantidade de novelas que temos todos os anos com a temática espírita? Nada contra aqueles que seguem o espiritismo em si, uso aqui só como exemplo de que a propaganda cristã é sempre negativa (muito por culpa de "crentes de rabo quente") enquanto outras religiões são exaltadas com bons exemplos e tudo mais de bom. A emissora é autônoma para exibir o que quiser e fazer propaganda da religião que quiser. Mas mesmo as que se dizem emissoras cristãs estão mesmo preocupadas com a audiência não se prendendo à narração bíblica, antes inserem invencionices e acrescentando fatores como nudez para aumentar o numero de espectadores. Auto propaganda negativa ao invés propagação da fé.

Por fim, muita gente defende a fé cristã como Pedro fez no Monte das Oliveiras quando Cristo estava sendo preso, cortando a orelha do soldado  (ver João 10:18). Não são poucas as vezes que vi crente amaldiçoando, pregando derrota, desejando o mal e pedindo a Deus que se levante contra os que atacam a fé cristã. Não preciso dizer o quanto Jesus condena essas práticas no Novo Testamento, né? Pelo contrario, ele diz "Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem;" (Mateus 5:45). É bom deixar claro que seguimos a Cristo não a Moisés.

De fato estamos vivendo o fim da era cristã e não são discussões via facebook que vão transformar a opinião das pessoas. Mas os que cumprem ser salvos serão com o testemunho de renovo de vida que os verdadeiros cristãos darão em nome de Cristo. Não gasto mais argumentos com o vento, tentando convencer ímpios das verdades cristãs. E se Ele sendo surrado, cuspido, humilhado, vilipendiado, injustiçado e morto com morte de cruz, nada fez quem sou eu para agir de outra maneira? Antes aqueles que quiserem ouvir, buscarão a Deus, e os que preferem ganhar notoriedade criando polêmica não terão minha ajuda.

Comentários